quinta-feira, março 16, 2006

Essa malta do MCE é tudo igual, deve ser um pãozinho sem sal.Por falar em pão dei hoje com uma padaria em Lagoa (dizia Konditorei e resolvi parar), mas o que deveria dizer era Bäckerei. Em todo o caso esteive a conversar com a dona que era de Leipzig. Deu para praticar um pouco o Alemão, e para me esquecer da chave do carro na mesa da padaria. O que vale é que a tipa era boche e veio logo a correr para me dar as chaves. Se fosse outro vinha a pé para casa...

7 Comments:

Blogger Luis said...

De pãozinho em sal não tem nada. As do MCE são as piores. Como eu. :)
Grandes historias para contar desses tempos.

março 16, 2006 10:56 da manhã  
Blogger gAnDaMaLuKo said...

Estava de passagem por este antro cibernáutico, quando me pareceu ler a palavra "broche".
«Finalmente um Blog com algum nível», pensei eu. Aparentemente, li mal.
Quanto ao Luís, só posso dizer que um gajo que pede panachês em voz alta, não engana ninguém com histórias de papar gajas. E se te queixas por almoçar ãs 4:30PM, imagina tomar o pequeno almoço às 6:30 AM!!
Gordinho, essa de deixares "involuntariamente" as chaves no balcão da padaria também não engana ninguém. Para a próxima deixa uma nota por baixo do porta-chaves (e não sejas forreta!)

março 16, 2006 12:32 da tarde  
Blogger Luis said...

Pedi panaches, é verdade, não escondo, mas que moral têm para andar a chatear, quando era o unico a beber uma bebida alcoolica.
Mas no proximo verão se houver oportunidade, faço questão de tirar isto a limpo, mas depois nao ha aquelas desculpas... tou mal disposto, doi-me o rabo, comi algo estragado, o farinha encavou-me na playstation,...

março 16, 2006 3:05 da tarde  
Blogger gAnDaMaLuKo said...

Pergunta:
Preferes ser encavado pelo Farinha, ou apanhar no rabo? (mais uma daquelas questões filosóficas que tu gostas de lançar prá discussão...)

março 16, 2006 3:46 da tarde  
Blogger Luis said...

Se me lembro bem, uma das mais complicadas de responder pela tua pessoa. Toda a gente a dizer nem um nem outro, e o carlinhos de fundo a sorrir e a gritar: Quero os dois, e aproveitem não se esqueçam do dijiridu. E para não falar que se cortaram todos a ir beber uns copos aquele bar de grande reputação e prestigio: As aguias negras! Grandola no seu melhor.

março 16, 2006 4:10 da tarde  
Blogger Mike said...

Grândola?!Nunca lá fui...

março 16, 2006 8:39 da tarde  
Blogger Carlitos! said...

Grân... quê?! Não conheço.
O que eu sei é que houve um momento em que alguém disse que nas "Águias Negras" a gaja era sempre a mesma... Alguém com um conhecimento profundo (e por profundo entenda-se, "dedo no cu") da área. Embora a minha integridade não me permita identificar essa pessoa (que gostava de apanhar no rabo forte e feio), posso simplesmente referir que o nome começa por "L", acaba em "S", e rima com "Luís: és o gajo mais abichanado que eu conheço, não te coíbes de assumir frontalmente que gostas de levar no bandulho, e sempre que podes és encavado enquanto pedes panachêS".

março 17, 2006 9:19 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home